terça-feira, 12 de julho de 2011

Porque raios os anões se importam tanto com a barba?

Anões. Valorosos guerreiros forjados em metal. Com sua resistência pétrea e coragem formidável um verdadeiro guerreiro anão é capaz de desafiar mesmo um gigante para um combate a ainda assim sair vitorioso. Mas vocês já pararam para pensar porque motivo, razão ou circunstancia eles se importam tanto com suas barbas?

Acho que dar uma olhada no ambiente sempre é bom para começar e entender o comportamento de certas criaturas, então vamos fazer isso. Anões vivem principalmente no subterrâneo, lugar que também é habitado por uma variedade de criaturas tais como limos, vermes, aberrações, trolls... (isso para não falar dos elfos negros). Sem duvida é um ambiente hostil. Então como os baixinhos sobrevivem em um lugar assim? Por dois motivos.

Motivo 1: anões tem as características certas. Anões geralmente recebem um bônus de constituição/resistência ou qualquer coisa equivalente no sistema. Somente esse fato já ajuda um bocado a sobrevivência deles, eles também enxergam no escuro (o que é quase obrigação para criaturas subterrâneas) e costumam ter um bônus de resistência contra venenos e dependendo do cenário e sistema também a magia (assassinos e magos tremei!). É claro, isso não é o mesmo que imortalidade, um golpe bem dado (leia-se acerto critico) ou uma magia correta ainda pode dar cabo de um anão em um só golpe. Mas isso é a parte mecânica que quase todo mundo que joga RPG conhece.

A barba do vovô Throkkrin é um exemplo para os jovens guerreiros.

Motivo 2: organização. Mesmo estando adaptado ao ambiente um anão ainda é só um e portanto não sobreviveria muito tempo sozinho. O jeito encontrado pelos anões para garantir sua sobrevivência foi ficarem juntos. Veja, mesmo um guerreiro de alto nível lutando contra um exercito vai acabar morrendo, mas se você aumentar o numero de combatentes aumenta também as possibilidades de vitória (sem falar no numero de ataques). Mas como fazer manter o povo unido e coeso? Acredito que ao longo de sua historia os anões impuseram a si mesmos um pesado código de honra e senso de ordem.

A honra, a exaltação dos feitos dos ancestrais, alta capacidade de tolerar castigo e um certa teimosia natural são aspectos profundamente enraizados nas mentes anãs e que vem servindo ao longos das eras para manter o povo anão unido. E nesse aspecto a cultura anã é muito parecida com a japonesa. Eles sempre foram um povo meio que isolados no meio de criaturas inimigas e podendo contar somente consigo mesmos, anões geralmente não pedem e nem querem ajuda nenhuma; eles são orgulhosos de sua própria força, são orgulhosos de descenderem de matadores de gigantes, são orgulhosos de suas tradições. Se você matar um anão é melhor não deixar os parentes dele saberem, ou é bem provável que você terá um batalhão de parentes do anão no seu encalço logo logo.

Mas e a barba? Pergunta você. Na minha opinião a barba é um jeito simples de diferenciar aliado de inimigo. Criaturas subterrâneas costumam ser peladas ou com pelagem curta. Assim mesmo com visibilidade prejudicada isso ajudaria a identificar se o que vem lá é membro da sua espécie. Alem disso clãs diferentes poderiam ter padrões de barba diferentes funcionando mais ou menos como um documento de identificação. E um possibilidade um pouco louca, atrativo sexual. Vejam, pavões machos tem aquela cauda enorme porque se conseguirem chegar a idade adulta carregando o trambolho é sinal que são espertos e vigorosos, pois sobreviveram ao longo dos anos. Para os anões o raciocínio seria parecido, se você é um anão adulto com um barba bem cuidada ou você é um grande guerreiro, ou é sagaz, ou tem muitas peças de ouro, qualquer destas três coisas te faz um bom partido.

Resumo da ópera: anões são um povo de honra, são guerreiros, são teimosos, são orgulhosos de sua teimosia, são fascinados por metal e pedras (de arvores é que eles não iam gostar não é?). Bem talvez isso seja meio obvio ou batido até, mas é assim que eu vejo esses pequenos armários que são amados por uns e odiados por outros. Então meus caros manolos, o que acharam destas linhas formatadas no Word? O que me dizem desta minha "análise psicológica superficial de uma raça não humana em jogos de interpretação de personagens?"

No próximo episódio: porque raios todo mundo odeia os orcs?

4 comentários:

  1. Ok. rsrs
    não tô pegando no seu pé. rsrsr
    mas é q ficamos presos no título do post, qdo na verdade, seu post não se trata disso.

    na boa, diferenciar amigos de inimigos pela barba?
    ou vc acha q um orc ou um drow será diferenciado pela presença ou não de barba longa? O.O

    então, é um post bem legal sobre anões.
    mas sua reflexão sobre a barba ficou meio sem justificativa alguma. =)

    ResponderExcluir
  2. Orgulhoso, turrão, bravo... Underground...

    Eu acho que o Jimmy do matanza é um anão. haha

    ResponderExcluir
  3. Valeu por comentar Léo. Eu acho que o post é sim sobre o porque raios os anões prezam tanto por suas barbas. A questão é que eu dou uma pincelada geral sobre a raça antes de chegar ao ponto.

    Não digo diferenciar exclusivamente pela barba, até porque um anão saberia que um drow ou orc não é anão pelo tamanho e não pela barba, rsrs.

    E identificação não é a única possível utilidade da barba que eu listo no texto. De qualquer jeito pensar sobre o porque das coisas serem como são sempre é uma coisa legal. Meu ponto de vista pode ser meio estranho as vezes, mas estou sempre aberto a um debate saudável.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...